Visão Sistêmica ou Constelação Sistêmica ou Familiar...

Quem já participou dos programas PQi, ou da metodologia comportamental da PSQi, irá certamente identificar-se a estas essenciais explicações do que e este novo olhar e cada vez mais difundido em diversas área da vida mudando e transformando de fato a vida das pessoas... o método de despertamento considerando seu Complexo de ismo, como sendo o primeiro e principal senão único foco para Quem procura a Autotransformação e desenvolvimento totalmente para a vida, para seus relacionamentos e mais especialmente a nossos naturais conflitos nascidos e alimentados em nosso sistema interno.

Conhecer a nós mesmos, considerar respeitosamente sempre nosso profundo desconhecimento ainda e nosso ponto de partida para esta viagem a esta matéria que se conflui pelo mundo a fora e mescla e transforma a vida de tanta gente...

A Visão sistêmica ou Constelação

Graças a força de vontade incansável do homem nos dias de hoje, a busca constante pelo conhecimento do Psiquê e o despertar da mente, existe hoje diversas formas de abordagem no tratamento psicoterapêutico que se aperfeiçoam nas técnicas e métodos para tratar o indivíduo e também o ambiente familiar. Muitos profissionais da área de Psicologia, Psicopedagogia, Serviço Social, Enfermagem, Coachings entre outras com cargos relacionados à psicoterapia clínica sentiram que a prática eficaz para obtenção de resultados adequados no paciente, muitas vezes envolvia um tratamento mais amplo. Essa abordagem inevitavelmente precisaria lidar com questões familiares que envolviam ligações emocionais e afetivas, Crenças e valores, Influência familiar, religiosidade, sexo-Sexualidade, enfim Complexo de ismo, sendo visto de um ponto de vista mais amplo e com um pouco mais de atenção... e principalmente nos casos em que os familiares não importando o grau de aproximação fossem sendo incluídos nós nas terapias mesmo sem estar de corpo presente...

 

De certa forma podemos entender que são ligações invisíveis (Agentes Ocultos), como um circuito de computador que passa a energia obtida pela máquina para o aproveitamento de suas funções.

A constelação sistêmica ou familiar lida justamente com essas questões dos laços e das relações que muitas vezes não enxergamos de forma consciente. Porém essas são muito importantes para a dinâmica lidarmos e aprendermos a negociar com nossos pontos âncoras ou com a própria Dinâmica da vida.

O Mais importante ate aqui seria o quanto de fato a vida nas pessoas muda, o verdadeiro poder da ressignificação para muitos acontecem, mudança no campo de referência aceita. O Mais importante foi que por muitos anos Eu apliquei, utilizei em prática este método, e com meu olhar para o olhar dos participantes que estiveram nesta experiência comigo em media 13 meses, pude perceber que o despertar era tão grande, que eles sempre queriam saber mais e mais, e realmente se colocavam de frente aos desafios da mudança, gostavam de provar para eles mesmos a mudança, e sempre me questionavam ou alguns até mesmo com respeito, gostavam de comentar e perguntar, "Porque Eu não respondia nunca as perguntas, mas eles entendiam?"...

 

E com curto espaço de tempo eles compreendiam que as respostas estavam sempre la dentro de cada um, que era na verdade a base real da pergunta!... era exatamente as respostas que somente eles próprios poderiam saber o que queriam saber... Eu apenas oferecia ferramentas e movia recursos ao redor de cada um, caberia a pessoa decidir como utilizar, e dar respostas ao seu próprio sistema. (isso no passado era realmente algo muito complexo de se responder!...)

O mais importante aqui explanar que todo este contexto tem embasamento científico para a aplicação dessa técnica por profissionais da área de Tecnologia da Informação e Comunicação com amparo absolutamente técnico de psicólogos, psicoterapeutas e neurocientistas. (psicoterapia clínica)


A terapia de constelação sistêmica tem um respaldo científico fenomenológico. (fenomenologia é uma linha de pensamento que serve muito bem para a psicologia clínica, por exemplo, porque envolve o reconhecimento de fenômenos da consciência), O estudo científico já estão mais voltadas ao materialismo.

 

Estamos caminhando a passos largos e empresas e comunidades diversas já estão despertando para uma realidade mais ampla sobre o que de fato é Inclusão?, o que de fato são programas de qualificação? e restabelecimento para inclusão ou integração?; tenho participado em diversos simpósios e discussões em grupos, diversos pools de pessoas e comunidades diferentes em locais de extrema diferença em vários lugares... e estamos descortinando em graus diferentes que a PRINCIPAL CAUSA DO AFASTAMENTO em todos os lugares em diversos estados, e países é a silenciosa DEPRESSÃO. Não a única causa, mas a principal (dependências químicas de diversas formas, dificuldades com pressão moderna no trabalho, problemas de relacionamento entre casais, centenas de questões relacionada a emoções com fundos em traumas pesados e automaticamente um cordão extenso as questões da dinâmica familiar).

 

Será que realmente estas questões tem influencia direta, impacto importante na vida

cotidiana das pessoas?...

Eu tenho nos meus últimos anos, mergulhado as vivências e experiências, e conhecendo pessoas formidáveis e pessoas realmente interessadas em conhecer a si próprios ajudando ao próximo, e tenho participado com muito entusiasmo de alguns grupos ajudando e sendo ajudado nas reuniões e sessões de constelação familiar

Mas afinal, o que é CONSTELAÇÃO FAMILIAR?.

São técnicas e preceitos criados pelo alemão Bert Hellinger.

 

 

Sr. Bert Hellinger, durante anos, ele havia trabalhado em campo com tribos africanaspercebido que havia uma dinâmica, bem como leis próprias para a resolução dos conflitos. Ele trouxe essas tradições orais consideradas tribais, porém muito importantes no sentido de verificar que há uma ligação até energética que pode estar intrincada e relacionada ao nosso DNA.

(Além disso, o processo civilizatório pode não ter apagado isso completamente de nosso

subconsciente.)

 

A tribo Zulu estudada da África do Sul pelo Sr. Bert Hellinger entendia que quando um problema estivesse sendo vivenciado por uma pessoa, era algo considerado como uma dor pertencente a todos. A ideia de que há uma ligação mais profunda relacionada ao grupo familiar que está conectado ao problema de uma pessoa foi o que, na verdade, gerou a terapia de constelação familiar.

Sr. Bert Hellinger, voltou para a Alemanha e estudou outras formas de terapias psicológicas como a psicanálise, hipnoterapia, a tradição da Gestalt, e vários outros temas relacionados e co-relacionados. Esse apanhado de conhecimento também ajudou a gerar os fundamentos da terapia de constelação familiar.

Na época em que foi desenvolvida, o genoma humano ainda não havia sido mapeado. A ideia por trás da constelação sistêmica era um pouco subjetiva, porém conforme a ciência genética foi se desenvolvendo ao longo dos anos 90, constatou-se que de fato nosso DNA tem um grande papel na qualidade emocional e psicológica de vida.

 

 

Para facilitar um pouco nosso entendimento essencial sobre Constelação sistêmica,

vale a pena abordar aqui, que o Sr. Bert Hellinger estruturou alguns pilares para a metodologia, e escreveu sobre as “Ordens do Amor” que embasa a terapia da constelação sistêmica.

Estes pilares que resumidamente vou descrever aqui, é para sua compreensão e reflexão,

• Lei do Pertencimento

• Lei da Hierarquia

• Lei do Equilíbrio

Lei do Pertencimento

A ideia por trás da lei do pertencimento é a de que a pessoa tem uma necessidade natural de se sentir ligada ao sistema de sua própria família. Há também uma inclinação ao reconhecimento pelos outros membros de seu meio. Esse vínculo familiar pode ser quebrado através de práticas como incesto, abusos de diversos tipos, brigas ou até o homicídio.

 

Quando isso ocorre, as próximas gerações podem ser negativamente afetadas. Isso porque o ato de quebra do vínculo acaba trazendo consequências de exclusão que podem aparecer nas futuras gerações em formas de problemas psicossomáticos ou psiquiátricos.

Lei da Hierarquia

Essa hierarquia tem a tendência de garantir o respeito das gerações anteriores. Esse padrão deve sempre garantir o respeito das gerações anteriores. Portanto, por exemplo, filhos que acabam ocupando o papel dos pais na relação familiar podem desequilibrar toda a dinâmica do grupo consanguíneo. (Em varias dinâmicas muitas de minhas ações pareciam provocações, mas era justamente para identificarmos onde entraria o senso de hierarquia dentro e fora do PQi, algumas vezes Eu citava no grau de discussão que Eu poderia exigir, pois Eu era o cliente, Eu era o Diretor, estão lembrados...)

Isso não significaria manter determinados comportamentos retrógrados, mas garantir a honra daqueles que chegaram antes de nós. Esse reconhecimento permite o equilíbrio da ordem do amor permitindo a harmonização do sistema.


Lei do Equilíbrio

Essa lei tem a ver com os valores de troca entre as pessoas da família, o ato de dar e receber. Um relacionamento de casamento, por exemplo, onde um membro se doa mais para a relação do que o outro pode se desequilibrar (Processo de submissão). A relação, para estar adequadamente mantida precisa ter esses elementos. Este foi também um assunto amplamente discutido e dinamizado no PQi. Lei de Polaridade em todo o processo e em todos os lugares... Eterna Lei da Polaridade.

Muitas pessoas, principalmente as mulheres e homens, acreditam inconscientemente que precisam se doar muito mais do que recebem de seus companheiros. Isso pode prendê-las em relações abusivas que trazem consequências graves.

 

Qual a posição da sua estrela (você) em sua constelação.

Trabalhar essa dinâmica significa, muitas vezes, tratar a dor, lidar com alguma situação que esteja ocorrendo da melhor maneira. Porém, em casos de abusos sistemáticos e crônicos, quando um membro da família tem um transtorno de personalidade narcisista ou antissocial pode ser necessário auxiliar o cliente a sair da situação e se

afastar daquele membro que está sem possibilidade de mudança.

Não vai adiantar continuar jogando com toda força a flecha no alvo, pois acumulasse com a mesma força exercida as frustrações e desinteresse por sua própria procura por mudanças, e necessário conseguir fechar todas as portas da distração e aumentar o campo da percepção, focar nos sensores todos, com muita força e determinação, e com métodos e técnicas sabemos que isso é possível, já temos boa parte da experiência até mesmo para considerarmos o quanto ainda é difícil... pois temos que considerar nossos perfis, tempo ritmo, nosso quadrante predominante e ainda ter a capacidade de agir no tempo zero.

Haverá outras situações onde os laços familiares poderão ser restaurados de forma que todos naquele círculo possam entender como evoluírem. Em todos os casos, o treinador ou terapeuta deve usar de sua experiência e sabedoria para melhorar a qualidade de vida de seu cliente.

Você indicaria o Programa PQi, para outras pessoas ao seu redor, de seu próprio sistema, Nunca aja por impulso, com força e ansiedade, lembre-se que Eu sempre os estimulei a seguir a linha da exigência com você mesmo, e colocar o senso critico em você mesmo para que seu olhar seja naturalmente critico, não contra as pessoas mas para regular tudo aquilo que esta vindo a você, seja critico e não se conforme com qualquer resultado, mas reveja o senso de responsabilidade e culpabilidade em seu campo de referencia... Lembre-se a palavra culpa normalmente e comumente é muito mal-empregada.

  • Verifique as referências de outros colegas que já participaram ou foram colaborador do programa e os resultados do PQi em suas vidas; pesquisa real. (Sem achismos... chega de achismos, as pessoas não querem mais história, querem realmente vida.)
  • Pesquise o histórico do profissional que fará sua preparação, se ele tem realmente capacitação e experiência no assunto. (Pesquisar e exigir não tem haver com seu foco e determinação própria, saiba o que busca, não transfira para o treinador se ele esta preparado ou não para movimentar o treino, foco)

  • Você terá que estudar sobre o assunto também através da aquisição de livros e material didático por si mesmo(a) de forma a sempre estar conectado(a) com as inovações na área da Tecnologia da informação e comunicação e gestão integrada, envolvendo os submundos de forma intrínseca psicoterapia de constelação sistêmica integração entre tecnologia e comportamento humano.

  • Ajude, seja um voluntário para aprender ensinando, busque o melhor no outro, exercite o seu não julgamento, concentre nas ordens do amor, objetivando sua calmaria interna, um ser humano deve ser plenamente capaz de conseguir ficar calmo, de controlar sua cólera, sua ansiedade, um ser humano deve ser capaz de parar de tremer suas próprias mãos e rostos, e não ficar balançando os braços enquanto tenta falar e expressar suas emoções e razões, um ser humano é capaz de chorar e rir, e perceber e ter sensações, não se conforme em boicotar a si próprio... não é isso que você quer, e pode ainda descobrir o que você precisa no decorrer da vida, e voltar para me ensinar. Todos fazem parte de todos.

  • Não ajude sem preparo, não ajude por impulso, procure oferecer ao seu receptor uma sessão de acordo com os princípios adequados e que provavelmente ele(a) procura como caminho para sua cura. E quando você perceber o sistema foi curado, o sistema foi alinhado primeiramente dentro de nós mesmos.

Conecte-se a todos os sistemas ao seu redor...

Sua visão sistêmica certamente se ampliará em busca da vida...

 

 

O importante é que você também faça uma escolha que esteja de acordo com seus valores e acredite de fato na terapia proposta no momento. Procure fazer rapport também para entender o lado do outro, além de conhecer a dinâmica do dia-a-dia desse tipo de abordagem.

Um Programa com o propósito de qualificar, preparar, desenvolver para Integrar ou incluir, não pode de fato, ser um programa de apenas 02 (dois) anos de experiência e vivência, ele é contínuo, pois nosso cérebro está nos exigindo e solicitando mais e mais de nós em nós mesmos...

O “Equilíbrio” ainda neste século, e com tantas ferramentas comportamentais e tecnológicas disponíveis, permanece sendo o GRANDE desafio da Ciência e Religião.


 

Vamos em frente, meu querido eterno amigo do PQi, vamos seguir com esta grande plataforma de inclusão para pessoas e seus complexos de ismos, traga outras pessoas que você compreende ser melhor para fazermos um grande pool nesta comunidade que você acredita.

 

Claro convide quem você ama, apenas para aquilo que você acredita, esta é uma das grandes Ordens do Amor.


Haverá um tempo em que todos os pequenos sistemas, acanhados e envelhecidos, fundir-se-ão numa vasta síntese, abrangendo todos os reinos da ideia.


Ciências, filosofia, religiões, divididas hoje, reunir-se-ão na luz e será então a vida...

 

 

“O   r e i n a d o   d o   c o n h e c i m e n t o”

 

“O r d e n s   d o   A m o r”

 

 

Antonio Marcos Melo.

 

Coach.

Write a comment

Comments: 0